Como tirar nota alta?

Atualizado: 13 de Dez de 2019


A hora da prova é sempre meio tensa. Os alunos que estudaram ficam preocupados em colocar em prática o que sabem da melhor maneira possível, enquanto quem não estudou fica grilado, com medo das questões que cairão no exame.

As notas são o resultado de uma avaliação e representa o quanto de conhecimento o aluno adquiriu em relação à matéria. É de fato um número resultante de uma analise subjetiva; portanto, não representa a totalidade do intelecto do aluno. Ou seja, ninguém deve ser julgado por uma nota baixa ou alta, pois essa avaliação apenas representa um momento passageiro da vida.

Mas de acordo com a média dos alunos - isto é, a soma de todas as notas dividida pela quantidade de exames - é possível analisar se o aluno é esforçado ou não, se ele está motivado diante do desafio de aprofundar-se nas matérias escolares. Esse é o ponto!

O QUE É NECESSÁRIO PARA TIRAR UMA NOTA BOA?

  • TALENTO - Não é determinante, mas ajuda. É fácil descobrir se você tem talento em relação à matéria aplicada pela escola: basta analisar se você tem habilidade para colocar em prática os conhecimentos adquiridos sobre essa matéria no dia-a-dia. É importante salientar que talento é um dom nato - isto é, de nascença.

  • VOCAÇÃO - Ás vezes, não adianta a pessoa ter apenas talento. É necessário ter gosto de realizar exercícios relacionados à matéria e tentar melhorar seus pontos negativos. Esse processo produz cansaço, angústia e às vezes até dor física. A vocação torna esse processo menor doloroso.

  • DEDICAÇÃO - Todos, mesmos os mais talentosos precisam se dedicar para conseguir alcançar as suas metas. Se você acha que não tem talento ou vocação em relação a uma determinada matéria, precisa se dedicar AINDA MAIS e garantir através do seu esforço formas de conquistar seus objetivos.

  • ESTUDO - Os livros e a Internet estão aí para serem consultados. Todos os conhecimentos estão à nossa inteira disposição. Algumas pessoas podem se dar o luxo de terem professores particulares. Alguns sortudos possuem esses professores dentro de casa. Vale a pena focar a sua atenção e seu interesse para tirar aquela dúvida cruel.

  • INTERESSE - Você pode achar que as matérias na escola só servem para passar na prova, mas não é bem assim. É importante ressaltar que tudo que você aprende na escola é o básico para a sua vida. Isso significa que mais tarde, além dessas informações, você terá que aprender muitas coisas mais. Vale a pena se motivar e conhecer um pouquinho além daquilo que é posto no quadro negro: atrás de cada equação matemática existe um homem ou uma mulher que dedicou - ou dedica - a vida a essa ciência; foi - ou é - uma pessoa como nós: já foi criança, gostou - ou gosta - de namorar, passear e praticar esportes. Vale a pena conhecer a vida dessas pessoas. Dessa forma, você reduz as distâncias que existe entre você e a matéria estudada.

  • ORGANIZAÇÃO - Existe tempo para tudo nessa vida: para estudar, para namorar, para jogar vídeo-game, para sair com a família, para praticar esportes e para ficar vegetando. Se você dedicar um tempinho da sua vida para os estudos diários e cuidar do seu material escolar, você vai sempre se dar bem. Nem que esse tempinho aconteça apenas na escola, quando estiver lá, preste atenção nas aulas e se dedique. Se tiver dificuldades, não precisa esfolar a cara na parede, arrancar os cabelos do sovaco ou chorar até desidratar. Peça orientação. Quanto mais orientação você pedir, mais interesse mostrará e com isso, será ainda mais bem tratado por seus professores.

  • ASSOCIAÇÃO DE IDEIAS - Mais do que ter conhecimentos, o importante no dia de hoje é saber relacionar as matérias. Aquilo que você aprende na aula de Literatura certamente servirá para a prova de História. O mecanismo de dedução aplicado na matemática será parecido com o utilizado nas aulas de física. Esteja atento e para não esquecer as informações: anote!

  • MOTIVAÇÃO - O que é que te motiva a fazer uma boa prova? É passar de ano? Agradar seus pais? Se fazer de gostoso(a) diante daquela(e) menina(o) CDF linda(o) de viver? Deixar seu professor alegre? Não importa o motivo, o importante é ter algum. Isso vai facilitar a beça a sua vida.

E NA HORA DE FAZER A PROVA, O QUE É NECESSÁRIO PARA TIRAR UMA NOTA BOA?

Primeira coisa, FIQUE CALMO(A)! Nervosismo só complica as coisas. Peça pra sua mãe ensinar aquela respiraçãozinha engraçada de grávida. Depois de estudar feito maluco(a) durante todo o mês, tire o dia anterior à prova para se divertir, passear no parque no meio dos coelhinhos, tomar sorvete e fazer algo agradável. Nada de exageros! Tente dormir na hora certa e evite pensamentos negativos.

Ao estudar, faça uma resenha da matéria. Uma síntese bem feita o ajudará a organizar as ideias. Passe a limpo essa resenha, pois ao escrever a matéria, você interioriza os conhecimentos com mais facilidade. Você pode dar uma olhadinha na resenha antes da prova, o que com certeza vai te deixar bem mais tranquilinho(a).

Não esqueça de colocar a porcaria do seu nome e da data na prova!! Santo Deus!! Não adianta nada o indivíduo fazer uma prova maravilhosa e o professor não saber de quem é. É ridículo, mas um em cada dez candidatos a concursos é desclassificado por causa desse motivo. Depois disso, dê uma lida na prova toda. Faça primeiro as questões que você tem conhecimento pleno, começando pelas mais trabalhosas. Deixe as questões que considera mais difíceis para o fim. Antes de entregar a prova, REVISE. Muita gente se salva nesses minutos finais. Mas não tente enfeitar o palhaço, confie nas respostas que você deu!

Evite bater papo durante a prova, evite desviar a sua atenção. Deixe aquele seu "amigo espírito de porco" fazer as palhaçadas dele sozinho. Use o tempo da prova para a realização da mesma. Esquece a porcaria do futebol, do handebool, os cachinhos dourados daquela gata ou o cabelinho lambido daquele carinha. Se concentre, pois sua felicidade escolar só depende dos seus resultados.

Dê respostas objetivas. O ideal é você mostrar ao professor que tem conhecimento sobre a matéria. Mostrar conhecimentos extras é bom, mas só escreva aquilo que tem certeza absoluta pois em uma prova todas as informações que você coloca são levadas em consideração.

Após a realização da prova, tente relaxar: tome um ar puro, saia com os amigos, suba no colo do palhaço Bozo, vá cavalgar pelas estepes... ficar preocupado com a prova que já foi entregue é pouco inteligente. Quando a nota vier, busque revisar a prova e buscar a solução das respostas erradas com a ajuda de seu professor ou do livro didático.

Se conseguiu atingir o objetivo, viva! Se não conseguiu alcançar, por favor, não morra! Fique tranquilo pois ninguém nasce sabendo. Siga as nossas dicas, se aplique um pouquinho mais e com certeza terá melhores chances da próxima vez.

______________________________________________________

João Pedro Roriz é jornalista, escritor e ator. Todos os direitos deste texto estão reservados ao autor. Email do colunista: divulgacao@joaopedrororiz.com.br.

#artigo

6 visualizações

João Pedro RorIz

Site oficial do escritor