top of page

Três peças de João Pedro Roriz montadas na Bahia


Três textos teatrais do escritor carioca João Pedro Roriz foram prestigiados pelo público baiano no mês de outubro de 2019. "Ariano - uma rapsódia no sertão" e "A terra do contrário" foram montados por jovens atores na cidade de Barreiras, no oeste baiano. Já o espetáculo "Bullying, se correr o bicho pega" é apresentado pela Cia Avatar em teatros tradicionais e escolas da capital.


O musical A terra do contrário


A Terra do Contrário é um espetáculo que conta a história de um adolescente que é sugado pelo computador e que precisa, a partir de seus conhecimentos, lidar com a impessoalidade da máquina, com infestação de vírus, com as fake news e outras situações. Longe da família e dos amigos, repensará sua vida.


Ariano - uma rapsódia no sertão homenageia o escritor Ariano Suassuna


Já o espetáculo biográfico "Ariano - uma rapsódia no sertão" foi escrito para celebrar a vida e a obra de Ariano Suassuna. O texto possui engajamento sócio-cultural e fala sobre as mazelas do nordeste, sua mitologia e cultura, além do movimento armorial, proposto pelo mestre do humor e da farsa.


A comédia infantil "Bullying se correr o bicho pega"


O espetáculo infantil "Bullying se correr o bicho pega" foi originalmente publicado em livro pela Paulus e entregue pelo projeto "Direito e Cidadania" para 30 mil crianças em todo o País. Surgiram diversas montagens em todo o território nacional, com destaque para a montagem da Cia Avatar, que fez montagem na capital baiana e adquiriu os direitos com o autor para apresentar a peça em teatros e escolas da Bahia. A peça conta a história de um grupo de adolescentes que precisam agir de forma predeterminada para não sofrer violência. Um casal de irmãos tentam fugir à regra e sofre as consequências impostas por dois valentões: um rapaz violento que gosta de bater nos meninos e uma jovem que adora fazer humor as custas dos defeitos dos colegas. Em meio a essa situação está uma escola despreparada e um diretor que não quer se envolver nos problemas das crianças. Os irmãos terão que suar a camisa para mostrar para a direção da instituição que o fenômeno do bullying é degradante para todos e influencia negativamente no projeto educacional da escola.


Gostou? Se você tem interesse em montar uma peça do escritor João Pedro Roriz, entre em contato através do e-mail joaopedrororiz@joaopedrororiz.com.br.





12 visualizações0 comentário
bottom of page