top of page

Fundação e atuação no CETEC Fundamental, em Caxias do Sul.



O CETEC - ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL, DE SEXTO A NONO ANO, FUNCIONA DENTRO DA UNIVERSIDADE CAXIAS DO SUL E FOI FUNDADA EM NOVEMBRO DE 2021.


Por assessoria de imprensa

Fotos: Cetec Fundamental.


Em 2020, em plena pandemia de Corona Vírus, o escritor e psicanalista João Pedro Roriz realizou uma palestra sobre mitologia para os alunos do ensino médio do CETEC, escola da Universidade de Caxias do Sul com mais de 800 alunos.



Na ocasião, realizou a atividade através da modalidade online e foi observada uma forte receptividade por parte dos alunos (foto acima). A diretora da escola, Sra Ana Cristina Possapp Cessa e a coordenadora Andreia Gobb, fizeram um convite para que o profissional, então morador do Rio de Janeiro, visitasse a instituição, o que aconteceu dois meses depois.


Self no memorial da UCS


Em mudança para sua residência no Rio Grande do Sul, em setembro de 2021, Roriz disponibilizou-se para trabalhar no CETEC e foi convidado pela direção para ser um dos primeiros profissionais a compor a orientação pedagógica do ensino fundamental, que contaria ainda com a pedagoga Claudia Tronca (que já atuava como professora de Literatura no Cetec médio) e a psicóloga Natalia Corsetti Ponze.


O projeto floresceu e, em fevereiro de 2022, já estava com todas as vagas preenchidas e 130 alunos matriculados. Com o ensino integral, a escola rapidamente se tornou referência na cidade de Caxias do Sul, por aglutinar a experiência de décadas do CETEC Médio com novas metodologias a cerca da educação infantil.



Roriz coordena a Assembleia dos Representantes, um dos projetos do Programa Direito e Cidadania.


O CETEC Fundamental possui um olhar diferenciado sobre a criança e o adolescente. Possui ensino dinâmico e baseado em projetos e metodologias ativas; possui estrutura formada por vasta área de lazer, espaços laboratoriais, biblioteca, auditórios para palestras e apresentações artísticas, cinema e quadras para desporto. O projeto educacional oportuniza ao aluno conhecimento sobre temas transversais como meio-ambiente, cidadania, artes, pesquisas científicas, além de ensino de línguas como mandarim, francês e inglês. A escola também possui clubes temáticos e dá oportunidade ao aluno de participar das decisões escolares através da Assembleia dos Representantes de Turma. Fora isso, os estudantes possuem refeições contratadas durante o horário de recreio e de almoço, atendimento especializado em caso de transtornos ou de dificuldades de aprendizado, aulas particulares em caso de dúvidas, assessoria pedagógica em permanente contato com os aluno, pais e com o corpo docente; e todo um projeto educativo pensado no desenvolvimento cognitivo e social.


Primeira reunião da Coordenação com os professores e orientação pedagógica.


Roriz ficou encarregado pela consultoria a cerca da teoria psicopedagógica, e ao longo do ano de 2022 trabalhou na formação de perfis sobre as turmas e sobre os alunos com dificuldades comportamentais e ou cognitivas. Atuou na Orientação Pedagógica, principalmente no atendimento especializado a alunos indisciplinados, com transtornos psicológicos, com transtornos de aprendizado, ou embaraços sociais; atuou na formação de leitores com o Clube do Livro, na criação do Programa Direito, Ética e Cidadania, que lançou as bases da Assembléia dos Representantes e que oportunizou um olhar sobre a identidade das turmas; ministrou aulas e palestras recorrentes sobre temas referenciais como bem estar social, cidadania e diversidade.


Primeira foto com alunos do nono ano, na primeira aula do primeiro dia, ainda com as máscaras devido a pandemia.


Para o profissional, a maior conquista, no entanto, foi ajudar alunos impactados pela pandemia de Corona Vírus, o que oportunizou a realização de uma nova pesquisa sobre o tema:


- O distanciamento social de quase dois anos exigido em tempos de pandemia criou um novo tipo de alunado, mais tímido e autoreferenciado, pouco acostumado às práticas sociais e disperso. Lidar com esse público foi um desafio imenso, mas essa demanda foi fundamental para que eu começasse os estudos que deram origem a produção de uma pesquisa sobre os impactos da pandemia nos estudantes de ensino fundamental, tema de minha dissertação do mestrado de Psicologia na Feevale, sob orientação do professor Gabriel Grabowski.


Em dezembro de 2022, o contrato de Roriz com o CETEC finalizou. Os propósitos foram alcançados no primeiro ano de implementação da escola e muitos aprendizados e descobertas se tornaram possíveis a partir desse grandioso projeto. Restou a saudade da comunidade escolar, dos professores e dos alunos, mas com sensação de trabalho realizado e de superação dos desafios.



13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page