Crítica ao livro "Neblina do tempo", de Sofia Bueno



Um retrato sobre a pulsão de morte (Thânatos)


Com escrita muito bem elaborada e simples, Sofia Bueno, uma autora jovem, discorre sobre os complexos pensamentos borderline. A pulsão de morte vibra e ultrapassa os limites do recalque. São ondas que chegam ao consciente e se traduzem em palavras.


Se a personagem e a autora são uma única pessoa, não sabemos. Caso a resposta seja SIM, trata-se de um dos melhores solilóquios sobre as inconstâncias emocionais da adolescência. Um campo de pouso para análises psicanalíticas e também para a catarse de outros adolescentes que estão a mercê de seus sistemas límbicos. Caso seja esse um projeto de ficção, pode ser que estejamos diante de uma das autoras que melhor entendeu a fase da adolescência.


A autora se apresenta como blogueira. Suas obras são produzidas independentemente, para leitores da Internet. Neste livro em particular - um ebook que encontrei por acaso navegando no site Skoob - a autora apresentou uma respiração rítmica invejável. Foi capaz de expor através de sutilezas, o drama da retomada do complexo de édipo tão comum da fase púbere, adicionado ao conflito entre as voláteis vibrações do abuso que ainda fecundam em seu corpo e as exigências sociais de um mundo externo tão frio. As mudanças desestruturadoras, a incapacidade de lidar com as próprias angústias, a criança traumatizada e o corpo arrasado pelas doenças mentais psicossomáticas, tudo isso, temperado com o poder crítico intelectual avassalador, torna esse libelo sobre abandono um triste - porém real - relato sobre depressão na adolescência e suas consequências.


Ficção ou não, sabemos, que a pulsão de morte - que Freud chamou de Thânatos - costuma faze estragos quando descarregada no corpo simbólico, ou mesmo nas ações. Aqui, em Neblina do Tempo ela produziu flores. Brotou. Rompeu da terra. E por incrível que pareça, sangrou e me fez vibrar. Um pequeno milagre.


_________________________________


João Pedro de Sá Roriz (Niterói, 1982) é um escritor brasileiro. Autor de diversas obras, conhecido por seus livros juvenis paradidáticos. Com múltiplas formações, é também dramaturgo, ator, jornalista, historiador, professor, psicopedagogo e psicanalista clínico.

0 visualização

João Pedro RorIz

Site oficial do escritor